Prefeitura Municipal de Espírito Santo do Pinhal - SP - Av. Washington Luis 50 - Jardim das Rosas - 19 3651 9699

UTILIDADE PÚBLICA – DOSE ÚNICA DA VACINA CONTRA FEBRE AMARELA

   A partir de abril de 2017, o Ministério da Saúde adotou a estratégia da Dose Única para a vacina contra a Febre Amarela. Esta estratégia segue as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e está baseada em um estudo que mostrou imunidade protetora e duradoura para aproximadamente 99% da população vacinada.

Tem direito à vacina as pessoas na faixa etária entre 9 meses até 59 anos de idade, que moram ou pretendem viajar para áreas com confirmação da circulação do vírus.

Pessoas acima de 60 anos deverão ser vacinadas somente se residirem ou forem se deslocar para áreas com transmissão ativa da doença (casos humanos e morte de macacos – epizootias). É fundamental que o serviço de saúde avalie se este idoso não possui nenhuma condição que contra indique a vacina.

Gestantes e mulheres que estão amamentando só deverão ser vacinadas se residirem em locais com circulação viral confirmada, e a amamentação deverá ser suspensa por 10 dias após a aplicação da vacina.

Crianças entre 6 a 8 meses que moram ou pretendem se deslocar para áreas com confirmação da circulação do vírus da febre amarela não serão mais vacinadas. Tal conduta é justificada pela ausência de infecção ou óbito pela doença nesta faixa etária.

A vacina contra a febre amarela é segura e eficaz, mas pode causar eventos adversos graves se não forem avaliadas as precauções e contraindicações. Não podem receber a vacina: gestantes e mulheres amamentando (salvo exceções), pessoas portadoras de alguma doença que debilite o sistema imunológico, pessoas com reação anafilática à ovo, crianças menores de 9 meses e pessoas maiores de 60 anos (salvo exceções).

Importante reforçar que a vacinação contra a febre amarela impede a doação de sangue por 1 mês. Por isso, se você está com doação de sangue programada, vacine-se após a doação.

Com esta nova recomendação a dose de reforço é extinta, e a pessoa com 1 dose de vacina ao longo da vida é considerada vacinada.

.

.

                    Vigilância Epidemiológica