Prefeitura Municipal de Espírito Santo do Pinhal - SP - Av. Washington Luis 50 - Jardim das Rosas - 19 3651 9699

Pacientes que necessitam do transporte da saúde devem realizar o agendamento com dois dias de antecedência

 

Quem necessitar de exames ou consultas médicas fora de Espírito Santo do Pinhal, deve procurar a Secretaria Municipal de Saúde com dois dias de antecedência, para realizar o agendamento. Lá, os pacientes receberão mais informações sobre o dia, horário e local onde o transporte passará. “Quem precisar do transporte, deve se dirigir até a Secretaria Municipal de Saúde com dois dias de antecedência, para agendar. É de conhecimento de todos das nossas dificuldades e pedimos que nos procurem com antecedência porque, assim, teremos tempo de nos programar e ver qual será a forma que esse transporte será feito. Lembrando que só tem direito ao transporte da saúde quem faz tratamento pelo SUS” explica Marcelo Donizete dos Reis, coordenador de transportes da saúde, que completa, “Temos passagens para Santo Antônio do Jardim, Divinolândia e São João da Boa Vista. Algumas, como para Mogi Guaçu e Campinas, estão em falta, mas chegarão nos próximos dias. Todavia, quem precisa ir para algum deses lugares pode nos procurar do mesmo jeito que vamos achar uma solução e a pessoa não ficará sem o atendimento”. 

Frota

“Pegamos uma frota sucateada. De outubro até dezembro, não foi feito a revisão de mais nenhum carro e, os que precisavam, não foram consertados. Se o carro quebrava, ele simplesmente era encostado. Dos 25 carros da saúde, 16 estavam parados no pátio. Tem carros com mais de um milhão quilômetros rodados. O mais novo, que foi adquirido em setembro, já tem quase 100 mil quilômetros rodados. Algumas pessoas têm dito que com 100 ou 150 mil reais conseguimos resolver esse problema. Primeiro que não temos esse dinheiro disponível para tal, o dinheiro que tem é para a folha de pagamento até o final do ano. Segundo que, com essa quantia, é impossível de solucionar esse problema. Temos carros com mais de trinta anos de uso, não tem mais o que fazer, eles têm que ser trocados. Dizer que com essa quantia vamos resolver todos os problemas do transporte da saúde é utopia”, relata Dr. José Antônio Vergueiro Costa, vice-prefeito. 

Dívidas

“As dívidas da saúde giravam em torno de R$1.800.000,00. Só de medicação era 850 mil reais. Renegociamos tudo e estamos pagando, com muita dificuldade. Ainda faltam alguns medicamentos nos postos de saúde, mas é uma situação que estamos nos empenhando para solucionar. A saúde sempre foi e sempre será uma das prioridades do Prefeito Sérgio Del Biancchi Júnior e, consequentemente, nossa também. Mesmo mediante todas essas adversidades, os atendimentos continuam sendo feitos e vamos sempre procurar fazer sempre o melhor para a população pinhalense”, enfatiza o Secretário Municipal de Saúde, Eugênio da Fonseca.