Prefeitura Municipal de Espírito Santo do Pinhal - SP - Av. Washington Luis 50 - Jardim das Rosas - 19 3651 9699

Prefeitura elabora plano de ações mediante ao fato de suspeita de Febre Amarela

Na tarde de segunda-feira (29), o Prefeito Sergio Del Bianchi Junior esteve reunido com representantes da saúde, da Vigilância Epidemiológica e do CCZ – Centro de Controle de Zoonoses. Na reunião, foram definidas ações de bloqueio mediante ao fato da suspeita de a Febre Amarela ser a causa mortis de dois cidadãos recentemente, no município. “Até o momento, não temos nenhuma confirmação, é apenas algo suspeito. O exame demora em torno de 20 dias para sair e aí saberemos se trata-se de Febre Amarela mesmo ou não. A população não precisa entrar em pânico e, os que ainda não se vacinaram, devem se dirigir ao posto de saúde, de segunda a sexta, das 9h às 16h, para tomar a vacina. Lembrando que apenas uma dose já deixa a pessoa imune pelo resto da vida”, explicou o Prefeito.

Na parte da manhã do mesmo dia, os servidores da Vigilância Epidemiológica foram junto com a SUCEN – Superintendência de Controle de Endemias, e da DRS – Divisão Regional de Saúde, de São João da Boa Vista, até a zona rural, quase na divisa com Jacutinga, no local onde os dois irmãos trabalharam recentemente, para fazer um levantamento. As ações de bloqueio serão feitas na Vila Palmeiras e no Jardim Vitória, com inspeções nas residências e retirada de criadouros ou possíveis criadouros do mosquito Aedes Aegypti, que é o transmissor da doença, e não o macaco, como muitos pensam. Esses dois bairros são lugares que os irmãos moravam e/ou frequentavam bastante, pelo fato de terem parentes nesses locais. As ações seriam iniciadas na terça-feira (30), todavia, por conta das chuvas, foram adiadas e só foram realizadas na quarta-feira (31). Além dessa ação de bloqueio de criadouros do mosquito na zona urbana, também será realizada uma ação de bloqueio vacinal no local provável da infecção, na zona rural, que é em um sítio próximo à Usina Elói Chaves.

“Realizamos essa ação de bloqueio e informamos todas as esferas de governo sobre esta suspeita, inclusive o Presidente da República e o Ministro da Saúde. Repito, não é necessário criar pânico, pois não foi confirmado ainda que as mortes foram em virtude da doença”, finalizou o Prefeito. Nesta semana, o município conseguiu, junto à DRS, mais 1500 doses da vacina.